Você quer mais vendas na internet?
Veja o que podemos fazer por você.

Nós ajudamos Lojistas como você a superar a crise financeira, quer fazer parte desta história?
Não quero Vender na Internet, Obrigado!

Marketing digital e o mercado financeiro

Tecnologias inovadoras de lado, o principal objetivo de uma estratégia de marketing bem sucedida deve sempre incorporar ouvir seus clientes. É aí que reside idéias fantásticas para ajudar a melhorar o seu negócio.

A ascensão do marketing digital alterou praticamente todos os aspectos das operações comerciais e o mercado financeiro não foge à tendência. Confira neste artigo tudo o que você precisa saber sobre a relação entre marketing digital e mercado financeiro!

Marketing Digital e o Mercado Financeiro: um olhar sobre as estatísticas

Uma das grandes vantagens do marketing digital é que tudo pode ser mensurado. Portanto, nada melhor do que começar olhando os números. De acordo com a Associação de Marketing Financeiro Europeia:

- 9 em cada 10 bancos vislumbram os canais online/mobile como o seu principal canal para transações em cinco anos;

- O mercado financeiro compõe 14% do dinheiro total gasto em toda a publicidade on-line;

- Mais de 50% dos bancos ou não medem o ROI, ou medem-no em menos de 25% das suas campanhas;

- 94% dos usuários em todas as faixas etárias utilizam serviços bancários online.

Dispositivos Móveis

Os pagamentos através de dispositivos móveis apresentam uma taxa de crescimento anual de 68%. Aproximadamente 6 em cada 10 usuários de dispositivos móveis estão propensos a usar a opção “clique para ligar” para fazer alterações em suas contas bancárias ou criar uma nova conta. Este é o momento para os prestadores de serviços financeiros certificarem-se de que a sua presença online está corretamente otimizado para dispositivos móveis.

Mídias Sociais

Talvez a estatística mais interessante para o mercado financeiro quando se trata de mídia social é que 62% dos conselheiros financeiros têm relatado obter novos clientes através do LinkedIn. Esta estatística realmente sublinha a importância de usar a mídia social corretamente no mundo das finanças. Também é interessante notar que, apesar do fato de que o LinkedIn oferece um enorme valor para o setor financeiro, apenas 42% da indústria está ativamente usando a plataforma, em comparação com o 84% que usam o Facebook e 63% que usam o Twitter. Criar uma estratégia adequada de marketing digital para atingir esses usuários das mídias sociais e trazê-los para o seu negócio é essencial.

Conteúdo

Em termos de conteúdo, as equipes de marketing do mercado financeiro fazem um trabalho fantástico ao criar estratégias separadas para cada canal. Isto significa que a maioria das empresas de serviços financeiros está investindo em marketing digital, seja contratando um profissional de marketing ou agência digital.

Tem marketing em tudo nessa vida?

Marketing Digital para o Mercado Financeiro: opcional ou inevitável?

Se você está buscando fortalecer suas estratégias de marketing digital para a aquisição de clientes ou para os seus objetivos gerais de negócios, as dicas de marketing a seguir são essenciais para o mercado financeiro em específico.

Por natureza, as organizações financeiras são lentas para mudar. Muitos bancos e companhias de seguros criaram maneiras de "fazer as coisas" e, geralmente, iniciar qualquer atividade vai exigir um processo demorado e uma escala de tempo mais longa ainda para a sua aplicação.

À medida que o mundo digital está se movendo mais rápido diariamente, graças a novos avanços técnicos, as empresas dependem cada vez mais da aquisição e retenção de clientes gerada majoritariamente online. Devido à natureza conservadora das instituições financeiras, elas podem não estar dispostas a mudar, mas aquelas que não aderirem à tendência correm o risco de se tornarem obsoletas.

5 Estratégias de Marketing Digital para o Mercado Financeiro

Aqui estão cinco estratégias de marketing digital para o mercado financeiro que você deve estar atento:

1. Aproveite o valor do Big Data

Big Data não é nada inovador, mas a forma como as empresas o usam está mudando. O potencial de Big Data é enorme, mas muitas empresas ainda não sabem exatamente o que fazer com ele.

O valor real em big data é transformá-lo em insights práticos e viáveis ​​que são usados ​​como base para a estratégia de negócios. Usar tais insights para melhorar a experiência do cliente é uma das melhores coisas que você pode fazer para garantir a rentabilidade do negócio.

Uma ótima dica para aqueles interessados na associação entre marketing digital e mercado financeiro, é a de não se perder no conceito de big data, mas a pensar os dados corretamente. Isto é, ter mais dados nem sempre reflete proporcionalmente em qualidade.

Em 2013, o Gartner reportou que 64% das empresas estavam implementando ou planejando iniciativas de Big Data. Isso foi há três anos! Hoje o grande passo para as organizações financeiras é a utilização de Big Data para criar personas multifacetadas para usar em seu marketing. Portanto, uma tendência chave para Big Data em 2016 é coletar dados eficientemente e, quando necessário, obter informações em tempo real.

2. Automação do Marketing

Atualmente é quase impossível imaginar uma grande organização, como as instituições financeiras, gerindo o seu marketing sem um sistema automatizado. Se os seus serviços de marketing são automatizados, isto significa que você pode otimizar o seu tempo ao mensurar tarefas e fluxos de trabalho em uma interface simples. Dessa forma, você vai ser significativamente mais eficiente e, consequentemente, capaz de aumentar a sua receita mais rapidamente.

Uma plataforma de marketing automatizado pode incluir um “sistema de disparo”, enviando e-mails automaticamente quando as pessoas clicam em um determinado link, por exemplo. Você pode então enviar um e-mail personalizado para acompanhar o seu interesse.

A beleza de um sistema automatizado é a possibilidade de rastrear a taxa de sucesso das campanhas. Medidas como cliques e conversões, por exemplo, auxiliam-no a filtrar o conteúdo que não tem um bom desempenho, a fim de melhorar suas taxas de resposta.

Frequentemente, o mercado financeiro tem preocupações relacionadas ao marketing digital, uma vez que estão habituados a realizar suas operações com base em determinadas normas e regulamentos. Entretanto, a automação de marketing digital e sua capacidade de mensurar e rastrear todos os dados com os quais entra em contato reduziu as preocupações em torno de privacidade e conformidade.

Usar a automação de marketing permite com que você tenha a maior parte do suposto trabalho fora da equação. Certifique-se de criar um procedimento operacional padrão para tarefas importantes e corriqueiras. Desta forma, você também pode parar de se preocupar com tarefas de marketing tediosas e se concentrar em atividades mais rentáveis.

Uma grande característica é que você pode integrar suas plataformas de mídia social, por exemplo, para ter uma função de compartilhamento fácil e monitoramento da atividade e que tipo de conteúdo está se saindo bem.

3. Tornar-se móvel é tornar-se pessoal

Os consumidores estão fazendo decisões de compra em um mercado progressivamente congestionado. A velocidade com que as novas tecnologias estão se imputando na vida das pessoas não só é perturbadora, como também exige que todos os setores mantenham-se inovadores ou correm o risco de perder quota de mercado.

No que tange o mercado financeiro, utilizar interfaces móveis na comunicação com o consumidor é o fundamento de para alavancar e desenvolver relacionamentos duradouros em todo o ciclo de vida do consumidor.

Ao dimensionar a atividade de seus consumidores e clientes em potencial, a forma pela qual eles preferem ser comunicadas (ao invés da forma que os comerciantes querem), impulsiona ainda mais o comprometimento de ambas as partes. Entre as tendências que continuam a impulsionar a inovação estão: personalização, compra de mídia programática e publicidade nativa.

4. Varejo e a mudança de seu modelo fundamental

As previsões do mercado financeiro indicam que o varejo tende a mudar o seu modelo fundamental, que consiste em focar na inovação de produtos, para focar na experiência do cliente e sua eficiência. Esta tendência irá levar à criação de, por exemplo, novos modelos de distribuição e plataformas de experiência do cliente o que acabará por redefinir a experiência do cliente.

5. B2B é um termo ultrapassado

Embora os consumidores sejam alvos de um negócio com o marketing B2B, eles ainda são pessoas e devem ser tratadas como tal. Neste sentido, o marketing B2B prazo é ligeiramente ultrapassado.

Os profissionais de marketing devem aprofundar-se na análise de dados dos canais digitais para descobrir os insights e as tendências que prevalecem. A partir daí, então, concentrar-se na implantação de comunicações personalizadas e automatizadas, que farão o mercado financeiro capitalizar sobre as oportunidades existentes.

Alavancar novas tecnologias requer mudanças de comportamento internas e externas. O grande desafio do marketing digital é por em prática as características úteis ao mercado financeiro, em associação a conformidade adicional e desafios regulatórios que o nicho impõe.

Tecnologias inovadoras de lado, o principal objetivo de uma estratégia de marketing bem sucedida deve sempre incorporar ouvir seus clientes. É aí que reside idéias fantásticas para ajudar a melhorar o seu negócio. Por enquanto é isso! Já tá craque em saber, né? Acompanhe nosso blog e continue na trilha do sucesso!
Até mais (;

A 33AMD criou uma metodologia incrível de SEO para PME

Quer mais informações para alavancar seu negócio?

Entre em contato e solicite mais informações

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Estudante de Letras na USP, especialista em Marketing de Conteudo.