Você quer mais vendas na internet?
Veja o que podemos fazer por você.

Nós ajudamos Lojistas como você a superar a crise financeira, quer fazer parte desta história?
Não quero Vender na Internet, Obrigado!

Empresas que dão um show de engajamento em redes sociais

Cada vez mais as empresas investem em ferramentas como Facebook e Twitter, como consequência da relevância dessas redes sociais na vida dos usuários. Ainda há, no entanto, um longo caminho a ser trilhado para que essa comunicação seja, de fato, eficiente.

Há quase uma década, marcas perseguem uma máxima nas redes sociais: quanto mais seguidores, maior é o sucesso da página ou do perfil corporativo.

De fato, durante algum tempo, esse foi o melhor parâmetro para saber se a presença nas plataformas poderia transformar engajamento em conversão.

Porém ferramentas de análise dados gerados pela audiência nas redes colocou o número de fãs em segundo plano. Grandes anunciantes estão traçando estratégias de negócios e até lançando produtos a partir da interpretação em larga escala de informações geradas nas redes sociais.

Essa intimidade exige mais atenção com o usuário e suas demandas, por isso, as companhias tem investido na contratação de analistas específicos para esse nicho. Enquanto algumas companhias incorporam o social às estratégias de negócios, outras tratam fanpages ou perfis digitais como extensão do site corporativo.

Um fator decisivo para que as empresas tenham sucesso nas redes sociais é engajar o consumidor com a marca, por meio de conteúdo relevante e promoções. Postar somente publicidade sobre produtos e serviços ou usar as redes sociais apenas como SAC não tornam a marca útil para os consumidores e para o mercado. Para 65% dos internautas, a utilidade em acompanhar uma marca nas redes sociais está na relevância do conteúdo postado. Já 61% deles acreditam que promoções e ofertas também agregam valor.

O que eu devo fazer para engajar meu público em redes sociais?

Mostre que sua marca tem conteúdo

Cada vez mais o internauta fica exigente, pois milhares de informações disputam a sua atenção na tela. Por isso, juntamente com as novidades relativas à sua marca, selecione notícias, dicas e instruções interessantes, que ensinem algo ou tragam uma informação realmente nova para que o internauta não apenas visualize a postagem, mas também a compartilhe em suas redes.

Analise se as publicações vão acrescentar algo para o público e fique sempre de olho em assuntos de oportunidade, como datas comemorativas ou os posts virais que circulam na internet.

Escolha a hora certa

O conteúdo certo só funciona se for postado na hora certa, caso contrário, ele se perde no feed das redes. Existem algumas pesquisas que indicam sobre os maiores índices de audiência em cada rede para cada perfil de público. Pesquise e analise o melhor período para atingir o seu.

E para não se esquecer de dar o clique na horinha, você pode deixar a publicação agendada em programas específicos para esse fim, como o Hootsuite, por exemplo.

Descubra o jeito certo de se comunicar

Mesmo que você poste um conteúdo interessante na hora certa, não irá atingir seu público se você não falar a sua linguagem.

Objetividade e clareza são palavras de ordem para postagens em redes sociais. Treine seu poder de concisão sem ser superficial, abuse da criatividade e use com moderação o imperativo para convidar seus seguidores a fazerem uma ação, seja acessar o seu site, postar um comentário, entre outras.

Não se esqueça de um detalhe crucial: capriche bastante no visual, uma boa imagem salta aos olhos e gera bastante engajamento nas redes!

De olho nos resultados

Para confirmar o que deu certo e quais ações não surtiram efeito em suas redes, é preciso monitorar as estratégias. Só assim você consegue ampliar os acertos e minimizar os erros.

Controle todos os dados das suas campanhas – desde número de visualizações até curtidas e comentários. Trabalhe sempre em cima das publicações que tiveram um maior engajamento: uma participação mais efetiva do público.

Melhore as taxas de conversão

Se o seu negócio é bem conhecido e já recebe uma grande quantidade de visitantes da Web, sua campanha deve se concentrar em melhorar as taxas de conversão do site / app. Se a sua empresa considera como conversão a compra de um produto, ou uma inscrição, ou qualquer coisa semelhante, você pode alinhar o aspecto de sua campanha na rede social com as conversões do site.

Considere campanhas que levem os usuários a preencherem um formulário ou se inscreverem para obter o benefício ou o valor oferecido. Mas lembre-se de ficar de olho nessas conversões para ver se estão sendo significativas e captando clientes de longo prazo com a sua campanha. Para medir o impacto da sua campanha de rede social em conversões, utilize métricas como totais de entradas no site, total de conversões e conversões sociais assistidas.

Conheça empresas que fizeram do engajamento um sucesso em redes sociais!

Lenovo

Um exemplo prático da relação entre social e negócios é o smartphone VibeZ, lançado pela Lenovo em 2013. A partir da identificação de uma onda de reclamações nas redes sociais, a empresa desenvolveu o produto. Muitos dos seguidores da marca reclamavam que os smartphones, em geral, não beneficiam que tem braços curtos na hora do selfie.

Aproveitando essa brecha foi criado o VibeZ, um celular com câmera com ângulo mais amplo, mesmo a uma distância curta. Nos mercados europeus e asiático, o produto tirou a Lenovo da sexta posição no mercado de smartphones para a terceira, atrás de Samsung e Apple.

Dove

 

Há também o exemplo do viral brasileiro mais assistido de todos os tempos: Dove Real Beauty Sketches. A campanha nos traz uma importante reflexão sobre a forma como nos percebemos e somos percebidos. O filme está disponível em 25 diferentes línguas, presente em 33 canais da marca no YouTube e também vem acumulando prêmios.

Bom de Viajar

O Bom de Viajar incentivou seus seguidores e hóspedes a registrarem o ato relaxante de se jogar na cama durante as viagens. O clique tinha que ser feito e postado no Instagram com a hashtag #sejoganacama. Foram mais de 1.300 cliques nas redes sociais,  com registros de seus momentos de descontração, lazer e conforto em hotéis da BHG espalhados pelo país.

Seguidores, hóspedes  e até celebridades como a musa fitness Bella Falconi e a dupla Victor e Vanutti aderiram à brincadeira. A campanha que teve a duração de três meses, premiou com um final de semana em qualquer hotel da rede a melhor foto de cada mês, tarefa difícil para a equipe envolvida no projeto, já que os registros foram sempre muito divertidos e originais.  Foram mais de 1.300 postagens que ultrapassaram a casa de 70 mil curtidas.

Não podemos esquecer também dos #Fail das empresas, veja só:

Novalfem

É comum que empresas busquem uma abordagem leve e com um toque de humor para suas campanhas, o que pode dar muito certo e conquistar a simpatia do público. Entretanto, é preciso muito, muito, mas muito cuidado com essa estratégia. Temas sérios e sensíveis devem ser tratados com cuidado para passar longe de possíveis mal-entendidos.

A Novalfem escorregou na concepção de uma campanha e acabou tendo reações bastante negativas. A ação em questão, divulgada em redes sociais como o Facebook e o YouTube, tratava a cólica menstrual como um “mimimi”, lançando a campanha “Mulheres #semMiMiMi”.

A comparação de algo sério, que é a forte dor e o desconforto sentidos por muitas mulheres, com uma “frescura” ou reclamação sem fundamento não foi bem-vista. Logo, uma série de críticas foi surgindo e, em meio à insatisfação do público, a marca acabou retirando a campanha do ar.

Vogue e agência África

A revista Vogue Brasil decidiu apoiar uma campanha para a ocasião e publicou no seu Instagram a foto acima. Na campanha, que usa a hashtag#SomosTodosParalímpicos, dois atores foram desmembrados usando Photoshop para entrarem no espírito paralímpico.

Segundo a descrição da foto, os atores Cléo Pires e Paulo Vilhena representam atletas reais: Bruna Alexandre, paratleta de tênis de mesa e Renato Leite, paratleta de vôlei sentado. Os atores também foram nomeados “embaixadores da competição”.

Nos comentários da publicação, a maior parte não curtiu muito a iniciativa da revista – e com razão, já que é uma bola fora fazer uma campanha com esse tema usando como motes centrais pessoas que não são paratletas, pior ainda: usando o corpo real dos paratletas mas invisibilisando seus rostos.

Para realmente mensurarmos o impacto de nossas ações e campanhas para a imagem da marca, é necessário analisar as três métricas (visibilidade, engajamento e influência) conjuntamente. Juntas elas se tornam capazes de entregar com bastante precisão o resultado e o impacto de cada ação de comunicação realizada. E a soma desses impactos é o que se cristaliza, a médio prazo, como a reputação da marca perante seu público.

Depois desse post, reflita sobre as campanhas atuais e as táticas de engajamento em redes sociais, com atenção para não cometer gafes e com foco nos exemplos de sucesso para aumentar o máximo suas conversões. Continue atualizado e até já!

A 33AMD criou uma metodologia incrível de SEO para PME

Quer mais informações para alavancar seu negócio?

Entre em contato e solicite mais informações

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Especialista em marketing de conteúdo, escrevo para colaborar o conhecimento.