Você quer mais vendas na internet?
Veja o que podemos fazer por você.

Nós ajudamos Lojistas como você a superar a crise financeira, quer fazer parte desta história?
Não quero Vender na Internet, Obrigado!

Está na hora de contratar uma assessoria de imprensa?

Como você está se apresentando? Seus clientes te conhecem de verdade? Saiba como uma boa Assessoria de Imprensa pode ajudar sua empresa ou produto, a ter mais visibilidade e credibilidade no mercado.

Assessoria de Imprensa

Como você está se apresentando? Seus clientes te conhecem de verdade? Saiba como uma boa Assessoria de Imprensa pode ajudar sua empresa ou produto, a ter mais visibilidade e credibilidade no mercado.

É muito comum a confundirem Assessoria de Imprensa com Publicidade, entretanto os dois campos são bem distintos.

A Assessoria de Imprensa é uma ponte entre uma pessoa, empresa ou instituição e a mídia.

Enquanto a publicidade, possui seu foco na transmissão da mensagem de venda/aquisição do que é ofertado nessa veiculação.

Assessoria de Imprensa: Como tudo começou.

A Assessoria de Imprensa foi criada pelo jornalista norte-americano Ivy Lee para atenuar a imagem desgastada que John Rockefeller tinha perante a opinião pública, principalmente depois de ser acusado de atirar em seus trabalhadores, enquanto faziam uma greve.

O jornalista tomou várias medidas para lidar com essa situação, dentre elas: aconselhar o seu cliente a colaborar nas investigações e abdicar de seus guarda-costas. Além disso, Lee encaminhou aos jornais algumas matérias relevantes sobre o assunto. Depois que suas ações tiveram efeito positivo, ele expandiu os serviços a outros empresários. Foi assim que ele teve a ideia de criar uma assessoria que fosse especializada em notícias (e não anúncios ou matérias pagas). Esta é a carta editorial que enviou aos editores de jornais:

“Este não é um serviço de imprensa secreto. Todo nosso trabalho é feito às claras. Pretendemos fazer a divulgação de notícias. Isto não é agenciamento de anúncios. Se acharem que o nosso anúncio ficaria melhor na seção comercial, não o usem...”.

Como é trabalhada uma Assessoria de Imprensa

A Assessoria de Imprensa é formada por um grupo de profissionais, geralmente Jornalistas ou da área de comunicação, que visam integrar o trabalho do cliente com as pautas da mídia. A Assessoria de Imprensa também pode auxiliar o porta-voz de uma empresa qual a melhor forma de se portar perante os veículos, seja em uma simples entrevista ou em uma coletiva cujo tema é delicado. Assim, a comunicação é trabalhada de forma externa, diferente da Assessoria de Comunicação, que cuida da comunicação interna da empresa.

Um bom assessor deve conhecer profundamente o trabalho de seu cliente, os porquês e as características dos produtos/serviços, a partir disso consegue ressaltar os seus pontos fortes e atenuar os seus pontos fracos, perante a opinião pública.

Quem são os profissionais da Assessoria de Imprensa?

O interessante é que, cada vez mais profissionais que tiveram experiências com veículos de comunicação diversos, trabalhando como jornalistas, repórteres, editores, colunistas, produtores de notícias, entre outros, passam a se tornar assessores. Essa transição possibilita que o profissional que já entende como funcionam os veículos de comunicação e a produção de notícias, tal como o dia a dia dos profissionais, possam estar “do outro lado do balcão” fornecendo o conteúdo de seu cliente da melhor maneira para esses veículos e profissionais. Além de ter, aumentar, criar um bom networking. Mas também é um trabalho que pode ser feito por profissionais de Relações Públicas.

Em vista disso, o trabalho que esses profissionais fazem não é meramente Institucional, mas segue uma linha, a da mídia. E isto é ruim? Não, porque o conteúdo disponibilizado pela sua empresa será encaixado no recorte das notícias, como esse recorte é feito a partir do público-alvo para cada ação, ou seja, voltado para a sociedade, a visão da sua empresa não será dada como uma “mera propaganda”, e sim inserida naquele conteúdo social, sem estar relacionada a um ganho para a mídia que veicula, gerando uma visão de com maior credibilidade para o público.

Entretanto, a relação entre um assessor e um jornalista é sempre como se fosse um acordo de negócios que deve atender o interesse de ambos. Ao assessor interessa a divulgação, ao jornalista, a notícia. Mas cabe ao assessor construir melhor o conteúdo que possa ser mais atrativo ao jornalista. Por outro lado, muitas vezes a notícia que o jornalista visa construir não trará uma boa imagem para a empresa, já que a denúncia é um dos grandes enfoques da mídia. Cabe também ao assessor aconselhar ao cliente a melhor maneira de se portar e de quais informações disponibilizará a mídia.

Como sei que minha empresa precisa de uma Assessoria de Imprensa?

A maioria das empresas que estão iniciando, preferem realizar o trabalho de assessoria por conta própria, porque acreditam que esse trabalho engloba apenas a atualização de conteúdo em redes sociais e sites. Contudo, os produtos e setores trabalhados pela Assessoria de Imprensa são muito mais vastos.

Para você saber se precisa de uma Assessoria de Imprensa, deve se perguntar o quanto a divulgação midiática traria impacto os seus negócios. Se forem vantajosos para o seu produto, então é bom investir. Também é importante se perguntar se tem um plano de comunicação, caso haja alguma crise ou denúncia em relação ao seu produto/negócio que venha a conhecimento público. Caso não, já está na hora de contratá-la.

Mas, afinal, quais são os principais setores e produtos da Assessoria de Imprensa?

  1. Divulgação:

Os produtos voltados à divulgação são direcionados à imprensa. O recorte é feito a partir de algum assunto “em alta” do cliente, geralmente são temas que têm facilidade de estar vinculados com os critérios de noticiabilidade e com a linha editorial do veículo.

Nesta parte, também está presente a procura da mídia pela empresa. Ou seja, caso algum jornalista queira entrar em contato sobre algum assunto, ou queira fazer uma matéria que não foi apontada a partir de um release, ele falará com o assessor.

Além disso, o trabalho também engloba situações de crise empresariais, em que é necessário lançar uma nota oficial sobre determinado assunto, ou criar uma coletiva de mídia. Neste caso, o assessor prepara não só os produtos, como treina o porta-voz de empresa para como se portar melhor frente à mídia. Tais situações já são previstas pelos assessores, por isso previamente, por precaução, planos de assessoria de imprensa são traçados.

Produtos de divulgação

- Mailing list (cadastro de jornalistas ou veículos para o envio de releases);

- Releases (texto que será mandado para os veículos, é um recorte da informação que interessa à mídia, e que pode resultar em notícias);

- Artigos e textos em geral;

- Atendimento à imprensa;

- Avaliação dos resultados;

- Banco de dados;

- Clipping (arquivo de material jornalístico veiculado sobre o cliente) e análise do noticiário;

- Contatos estratégicos: finalidades administrativas, operacionais, sugestões de pauta, prospecção, manutenção do bom relacionamento;

- Notas oficiais;

- Atualização frequente de redes sociais (facebook, twitter, instagram, etc) e blogs;

- Estratégias de assessoria de imprensa.

2. Relacionamento:

O principal conteúdo de uma boa Assessoria é o bom relacionamento, seja com a imprensa, seja com o público. Para isso é imprescindível que a empresa se mostre transparente e sempre à disposição para sanar dúvidas ou resolver problemas. Se uma empresa deixa de dar seu parecer frente a uma crise ou denúncia institucional, pode manchar sua imagem. Tal percepção também é trabalhada nos planos de assessoria de imprensa.

A Assessoria de Imprensa também é responsável por ser “uma boa anfitriã”.

Lembro-me de uma vez em que era repórter e fui cobrir a expansão de uma empresa de agronegócio. Os assessores guiaram os jornalistas pela instituição, apresentando-nos a todos os setores, e depois, houve uma palestra sobre a história da empresa.

Quando precisei de material para a minha reportagem, a assessora foi extremamente solicita e ofereceu informações claras e precisas, exatamente as que eu precisava. Além das que eu já tinha acesso no press kit. Quando pedi para entrevistar um dos presidentes, a assessora fez a intermediação, acompanhou-o durante a conversa, direcionando-o se precisasse. Ninguém “me comprou”, apenas foram abertos comigo e me ofereceram o que precisava, e isso teve boas repercussões na imagem que criei da empresa, logo, na minha matéria.

Produtos de relacionamento:

- Apoio a eventos;

- Acompanhamento de entrevistas;

- Apoio a outras áreas (pode ser conjunto ao RH e Marketing, formando um corpo de Assessoria de Comunicação);

- Encontro fonte (cliente) e jornalista;

- Media Training (treinamento para fontes);

- Veículos jornalísticos institucionais;

- Visitas dirigidas;

- Press kit (conjunto de material jornalístico que será distribuído aos veículos, pode contar com fotos, textos, gráficos, documentos, relatórios, histórico etc.);

- Follow up (é a prática de ligar para os veículos após enviar algum conteúdo, geralmente o release, certificando-se que ele o recebeu. Entretanto, alguns jornalistas são avessos a essa prática, e, por isso, alguns assessores não a usam).

Os assessores fazem um trabalho que possibilita que o cliente se sinta encaixado nos assuntos abordados e na linha editorial dos veículos de comunicação, gerando assim, boa imagem para o público-alvo e maior divulgação do seu trabalho ou produto.

Continue nos acompanhando e se mantenha sempre atualizado ;)

Até a proxima!

A 33AMD criou uma metodologia incrível de SEO para PME

Quer mais informações para alavancar seu negócio?

Entre em contato e solicite mais informações

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Apaixonado pela inovação