Você quer mais vendas na internet?
Veja o que podemos fazer por você.

Nós ajudamos Lojistas como você a superar a crise financeira, quer fazer parte desta história?
Não quero Vender na Internet, Obrigado!

Afinal: O que é e-commerce?

Afinal, O que é e-commerce? Estamos vivendo mais do que nunca a era da internet e o e-Commerce é um dos mais importantes fenômenos em crescimento.

O que é e-commerce

Estamos vivendo mais do que nunca a era da internet e o e-Commerce é um dos mais importantes fenômenos em crescimento. Hoje todos podem abrir o seu próprio e-commerce e passar a vender pela internet com a mais simplicidade do que abrir uma loja física para comercializar produtos.

E-Commerce ou comércio eletrônico se trata de vender através da internet, em conceito são transações financeiras por meio de dispositivos e plataformas eletrônicas. Geralmente são vendidos produtos e/ou serviços que estamos acostumados a ver por ai, como em um shopping. Ele abrange diferente tipos de negócios, desde sites destinados a consumidores a sites de leilões passando por comércio de bens e serviços entre organizações.

O e-Commerce surgiu em 1970 com a EDI e EFT fazendo transferência de valores entre pessoas e empresa, porém foi com a internet que ganhou força e ficou disponível para todas as pessoas. Esse mercado impulsionou por volta de 1994, quando um americano, Jeff Bezos, começou com um minimo investimento na garagem de casa uma loja virtual de livros. Essa empresa criada sem intuito, se tornou a grande Amazon de hoje em dia.

O e-Commerce tem como um dos maiores benefícios a possibilidade de atender tantos enormes mercados como nichos específicos.

Inclusive, existem clientes fiéis as compras na Internet.

Frequência de compras na Internet.

Existem diferentes tipos de negócio que podem ser chamados de e-commerce.

Tipos de E-Commerce:

  • B2B (Business to Business): Consiste na relação de negócios entre empresas, como venda por atacado. Geralmente é feito entre fabricantes e lojas, não tem uma interação com o cliente por pessoa fisica.
  • B2C (Business to Consumer): É a relação estabelecida entre a empresa/organização e o cliente, ou seja, são empresas online vendendo serviços e produtos para o cliente final. Por exemplo, trocas comerciais que ocorrem no Mercado Livre, onde pessoas físicas anunciam, vendem e compram produtos.
  • C2C (Consumer to Consumer): Consiste na negociação entre duas pessoas físicas, geralmente estabelecida através de um intermediador, como sites de leilão de produtos e afins, entre eles Elo7 e eBay.
  • P2P (Peer to Peer): Consiste em pessoas compartilhado arquivos digitais, sem a necessidade de um intermediador. Porém para isso é preciso que ambas as partes tenham instalado um software que permita busca e a transferência posterior de arquivos, como por exemplo o site 4shared.

Então E-Commerce e Marketplace são iguais?

Não! A diferença entre o e-commerce e o marketplace é a descentralização dos estoques. e-Commerce é definido como comércio virtual, ou seja, está envolvido em um processo de plataforma, administração de vendas, atendimento, comércio de produtos ou serviços, pagamentos, publicidade e estratégia de negócios. Já o marketplace é gestão de vendas onde não há controle de logística, um site utilizado apenas como um grande mercado (lugar mercadológico).

Veja na tabela abaixo quais as grandes diferenças na operação de um E-commerce e Marketplace.

marketplace-o-que-e.jpg

Investir em e-commerce pode ser um grande negócio, porém é um mercado muito complexo e concorrido pois não se trata de apenas de “montar uma lojinha” na internet.

Como fazer meu e-commerce?

Para começar, o mais indicado é pesquisar e encontrar um produto de nicho que os consumidores tenham dificuldade em encontrar em centros comerciais. Depois montar um planejamento, o que e como vai vender, como vai entregar, de que modo vai receber o dinheiro, quanto planeja faturar e etc. A partir daí você pode optar por fazer um site a partir do zero ou se adaptar a um site já existente, uma seção de loja online através de um software próprio.

Durante o planejamento de seu e-commerce a escolha da plataforma é um dos primeiros passos para começar as vendas. No entanto, é importante você escolher uma que atenda todos os requisitos de seu projeto, pois através da plataforma você irá incluir seus preços, estoques, meios de pagamento, gerenciar o envio e frete dos pedidos e analisar relatórios estratégicos.

As principais plataformas de e-commerce:

  • B Seller: Ferramenta completa, reúne webstore e backoffice em um só lugar. Endossada pela tecnologia da B2W Digital, é projetada para atender em alto nível as demandas de lojas de todos os tamanhos.
  • EzCommerce: Empresa de tecnologia especializada em comércio eletrônico com 8 anos de experiência de mercado e mais de 500 lojas implantadas.
  • Rakuten: Uma das maiores empresas de internet globais, com mais de 10.000 funcionários. Tem seu propósito de capacitar as pessoas e empresas para o sucessio através da internet oferecendo a mais alta tecnologia em plataformas de e-commerce.
  • Vtex: Líder em tecnologia para o comércio eletrônico e pioneira na comercialização de software como serviço (Saas). As soluções são voltadas para lojas virtuais que tem fluxo de pequeno, médio e grande porte, independente do segmento.
  • Xtech Commerce: Uma plataforma que possui conceito de ser muito além de plataforma. Oferece ao lojista um ecossistema de soluções que ele precisa para ter sucesso, pois é integrada com as melhores soluções do mercado. Se uniu aos melhores parceiros para oferecer um serviço de qualidade com tecnologia avançada e um preço acessível.

Existem alguns critérios que são importantes e te ajudam muito a avaliar qual plataforma se adequa melhor ao seu negócio.

Leve em consideração questões como:

- Suporte: Quais são os canais que a plataforma disponibiliza para o suporte técnico? Esses canais vão ser suficientes para o dia a dia do negócio? Qual o tempo de resposta de cada chamado ou correção técnica?

- Funcionalidades: Quais são as funcionalidades disponíveis nessa plataforma? Existe alguma otimização que permitirá que sua loja tenha um melhor resultado em conversão? Essa funcionalidade essencial pro seu negócio é nativa da plataforma ou terá que ser customizada no decorrer do projeto?

- Pagamento: A plataforma possui gateway próprio para pagamento? Caso não tenha, ela integra bem com o gateway de pagamento de sua preferência?

- Flexibilidade: Quais são as camadas que podem ser alteradas na plataforma? Você pode mudar a estrutura de HTML e CSS ou pode apenas efetuar customizações de layout? O modelo de negócio da plataforma permite que agências executem todo o trabalho de customização da plataforma ou você terá sempre que contar com a equipe técnica da plataforma para ter suas demandas atendidas?

- Mensalidade: Qual será o seu custo fixo com mensalidade? Caso tenha inicialmente um baixo número de vendas, qual o valor mínimo da mensalidade?

E lembre-se de analisar se possui integração com ferramentas do Google e um bom trabalho de SEO.

O mundo do e-Commerce é imenso e exige organização e planejamento para acontecer. O comércio eletrônico se expandiu rapidamente nos últimos anos e a previsão é que continue com a mesma taxa de crescimento ou mesmo que haja uma aceleração do crescimento.

Como qualquer outro negócio você terá que fazer um investimento e esperar um tempo para o retorno.

Lembre-se que a Amazon, maior loja de varejo online do mundo, registrou o seu primeiro lucro oito anos depois de ter nascido.

Boa sorte. ;)

Continue nos acompanhando e até a próxima.

A 33AMD criou uma metodologia incrível de SEO para PME

Quer mais informações para alavancar seu negócio?

Entre em contato e solicite mais informações

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form
Especialista em Marketing para PME e apaixonada por números!